top of page
  • Foto do escritorEspaço Vivo Comunicação

Organizadores do FNEC 2023 apresentam infraestrutura do evento aos expositores

Os expositores do 5º Fórum de Negócios de Congonhas – FNEC 2023, que será realizado pela Prefeitura, reuniram-se com representantes da Agência de Desenvolvimento Econômico e Social dos Inconfidentes e Alto Paraopeba (Adesiap), gestora do evento, para tomarem conhecimento da estrutura com que contarão durante os três dias de atividades na Romaria, entre 22 e 24 de novembro.



O encontro foi conduzido, por parte da Adesiap, pela gerente de projetos, Gislene Aparecida de Melo, e a analista de projetos, Ana Gabriele Clemente. Também estiveram presentes o superintendente de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Congonhas, Geordane Silva, e o diretor-executivo da Adesiap, Denis Donato.



No encontro dessa segunda-feira, 13, no QG da Inovação, foi possível perceber que os expositores já haviam entrado no clima do Fórum e, além de trocarem experiências, realizaram os primeiros negócios entre eles mesmos.



Realizado pela Prefeitura de Congonhas, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão e sua Superintendência de Desenvolvimento Econômico, e gerido pela Adesiap, o FNEC 2023 – Congonhas Criativa conta com o apoio da Fundação Dom Cabral.



Expositores e Atrações


A estrutura do Fórum de Negócios de Congonhas contará com estandes de vários segmentos da economia, desde empresa especializada na montagem de fabricas de bebidas destiladas e fermentadas, como usinas fotovoltaicas, quitandeiras e artesões.


Além dos estandes, o FNEC 2023 – Congonhas Criativa contará com outros atrativos, entre eles uma área de convivência com praça de alimentação, na qual uma das novidades será a presença da tradicional Pastelaria Seabra, que pela primeira vez participará de um evento deste formato.


Outro caso de sucesso local, surgido durante a pandemia da Covid-19, também estará presente ao Fórum. O Bendito Licor já participou de feiras de projeção estadual e nacional, como a Expocachaça 2023. Em breve, o produto da Cidade dos Profetas passará a ser comercializado também no Paraguai.


Outro expositor confirmado é o grupo de artesãs Pata da Loba, de Lobo Leite. “Traremos para a Romaria muita história e arte bonita que produzimos. Atrairemos também o povo do nosso Distrito para participar do Fórum e depois seguiremos juntos neste movimento, porque um fórum vai muito além do evento“, promete Joice, uma das artesãs.



A moradora de Lobo leite completou dizendo que se surpreendeu ao ver nessa segunda-feira tantos outros expositores locais que, a exemplo do Pata da Loba, já se destacam em suas atividades comerciais. “Neste encontro com outros expositores, conhecemos tanta gente diferente, não sabia que tínhamos produtores de cachaça com este nível de qualidade. Conhecia o licor, mas não sabia que ele estava expandindo tanto. É tão gratificante saber que os pequenos produtores de Congonhas estão começando a conquistar outras partes do mundo, e isso é bom para quem produz e pra cidade como um todo. Outro aspecto importante é vermos que, de uns anos para cá, as mulheres estão ganhando mais espaço em todas as áreas de atuação. Nesta reunião há muitas mulheres, mas ainda temos muito espaço para conquistar”.

bottom of page